Conectar-se

Esqueci minha senha

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 31 em 5/3/2016, 14:12
Parceiros


Postadores do Mês
Ethan Dalgaard
1º Mais Postador
Becky Cole Hayes
2º Mais Postador
Demetria Cole Hayes
3º Mais Postador
Clarissa Mitchell
4º Mais Postador
Copa das Casas
Slytherin
237
RAVENCLAW
251
Gryffindor
227
Hufflepuff
198

Transfiguração - 1º Ano – 1ª Aula

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Transfiguração - 1º Ano – 1ª Aula

Mensagem por Victor Blackheart em 25/3/2016, 15:30

– 1ª Aula – Introdução, origem & Transfiguração –
Acordara demasiado cedo aquele dia, minha cabeça latejava e um cansaço demasiado caia sobre mim, sentei na cama e encarei a janela, o Sol já despontava mostrando que aquele dia seria mais ensolarado que o anterior, respirei fundo e com um esforço, que considerei maior do que o esperado, eu me levantei da cama. Hoje se iniciava o ano letivo de Hogwarts e uma nova safra de alunos se apresentariam para minha primeira aula, eu levara a noite praticamente inteira preparando a aula para a turma que se apresentaria a mim aquela manhã, pela primeira vez em tempos estava ansioso, pensei em que tipo de alunos encontraria. “Esforçados talvez? Ou arrogantes e encrenqueiros?”, me peguei rindo daquele pensamento, na verdade, já era hora de largar os pensamentos de lado e começar a me aprontar para minha primeira aula do ano, afinal, uma coisa era certa, não queria passar uma impressão errada aos alunos me atrasando em minha primeira aula com o primeiro ano.

Levantei-me finalmente da cama e caminhei até o banheiro, onde tomei um banho e me arrumei para a aula, após terminar de me arrumar desci até o salão principal para meu desjejum, haviam poucos alunos ali naquele momento, caminhei até a mesa dos professores e me sentei, observei atentamente quando o salão começou a se encher com rostos desconhecidos, devido a um compromisso não pude acompanhar a cerimônia de seleção para as casas e nem tivera tempo de ler as fichas dos alunos, o que fazia com que meu interesse pelos alunos crescesse de maneira impressionante.

Após terminar meu café resolvi ir mais cedo para sala, enquanto me retirava do salão, e durante todo o percurso até a porta da sala, fui cumprimentado por, e cumprimentei, alguns alunos, coisa que me deixara animado para o iniciar daquele ano, abri a porta e encarei a sala, havia um pouco de poeira aqui e ali, mas nada demais, retirei a varinha das vestes e apontei para a sala, “Auram Jacto”, pensei e um jato de ar razoavelmente fraco saiu da varinha, varrendo a poeira e fazendo-a se dispersar, depois daquilo voltei a encarar a sala. As paredes verde escuro recheada de muitos quadros de bruxos idosos com um olhar frio sempre me irritavam, embora passassem o ar de seriedade, ainda me perguntava por que não trocara os quadros por outros menos sérios, mas acabara me lembrando que era devido a reclamação dos mesmos de serem deslocados dali, caminhei até minha mesa, feita de mogno, larguei meus materiais ali e observei os dois enormes quadros que preenchiam quase toda frente da sala, depois direcionei meu olhar para as mesas dos alunos, dispersas pela sala em três fileiras.

Respirei fundo e, com a varinha na mão, juntei todas as carteiras as deixando uma ao lado da outra, depois alinhei as carteiras em dupla, porém lancei um feitiço que impedia alunos de casa diferentes sentarem juntos sobre elas. Havia decidido que os alunos teriam aulas em duplas aquele ano, mas não queria alunos de diferentes casas juntos, pelo menos não naquela aula, afinal pretendia passar tarefas que apenas alunos de uma mesma casa poderiam realizar, daquele modo resolvi que forçar alunos de uma mesma casa a se sentarem juntos seria a melhor maneira de fazer fluir meu trabalho aquele ano, depois de reorganizar a sala me sentei e aguardei os alunos chegarem para sua primeira aula.

Não demorou muito para que eu pudesse ouvir seus passos pelos corredores, encarei a porta e logo o primeiro aluno abriu-a, ele me lançou um cumprimento rápido e caminhou para uma carteira, assim que outros alunos começaram a chegar pedi a todos que permanecessem de pé, não demorou muito para que a sala se enchesse de alunos, todos, com exceção do primeiro a entrar, que já havia se sentado, continuavam de pé entre as carteiras, a maioria encarava o aluno sentado, o mesmo olhava a sala assustado, provavelmente se perguntando se havia feito algo de errado. Assim que considerei que já esperara tempo suficiente pelos alunos resolvi iniciar a aula, levantei-me e apontei a varinha para porta, fazendo-a se fechar.

- Olá alunos! Meu nome é Victor Blackheart, sou o vice-diretor de Hogwarts e professor de Transfiguração!

Os alunos continuaram em silencio, deixei um sorriso escapar antes de continuar.

- Bom, o motivo para ter pedido para não se sentarem, com exceção do aluno já sentado, fora devido ao fato das carteiras estarem enfeitiçadas para não aceitarem alunos de casas diferentes sentando juntos... Em outras palavras, as carteiras não permitem a mistura de casas, ou seja, um da lufano sentando com um grifino, um sonserino com um corvino, enfim, as carteiras permitiram que apenas alunos pertencentes a mesma casa sentem juntos, o motivo de não ter impedido o primeiro aluno a se sentar fora justamente por ele ser o primeiro e nada mais, afinal ele não se sentaria com ninguém para ser expulso da carteira.

Encarei os alunos, alguns encaravam as carteiras de modo apreensivo, outros de modo duvidoso, sorri e continuei.

- Gostaria de informar que não precisam se preocupar, o feitiço lançado nas carteiras faz apenas com que o aluno que se sentar nela, que não pertencer a mesma casa de um outro aluno já sentado à mesa, seja arremessado para o chão, ou seja, caso algum aluno insista em se sentar com alguém de uma casa diferente a única coisa que ocorrerá será a vergonha de cair no chão e, se muito, deixar seu próprio acento dolorido. Agora, peço que todos se sentem, atentos ao que acabei de falar, e, um a um, digam seu nome, a matéria que mais lhe chamou atenção e o que pensa sobre a Transfiguração, por favor, não quero conceitos técnicos sobre a matéria, sou professor e já os conheço, o que quero saber é o que vocês esperam aprender com a matéria e não o que ela é.

Eu voltei a me sentar, observando enquanto os alunos se sentavam, rindo quando um ou outro aluno fora arremessado da carteira devido a sua teimosia de se sentar com alguém de uma casa diferente da sua, depois de todos sentados esperei até que o primeiro aluno levantou a mão e iniciou sua apresentação, após todos terem se apresentado eu voltei a me levantar.

- Bom alunos, agora que eu já vos conheço e que vocês já me conhecem vamos iniciar a aula não é mesmo? Abram o livro de transfiguração de vocês no capítulo 1.

Enquanto os alunos abriam os livros eu comecei a caminhar deixando minha mesa e andando pela sala, encarando cada aluno separadamente.

Transfiguração Para Iniciantes:


Capitulo 1: Conceituação e Introdução

Transfiguração está essencialmente ligada, em latim, ao termo “através de uma forma”. Dentre as inúmeras artes mágicas que existem hoje, a Transfiguração é uma das mais antigas do mundo. Segundo o historiador mágico Theodore Sanclair, acredita-se que os estudos transfiguratórios começaram por volta do século 1000 a.C, na Grécia Antiga, e tiveram Circe, Diocenus e Aristótelius como os seus maiores estudiosos.
A arte transfiguratória consiste, basicamente, na metamorfose da matéria, ou seja, na reorganização dos átomos permitindo a alteração de objetos em seres e pessoas, e vice-versa. Hoje em dia, praticamente, o seu uso está relacionado apenas à alteração de determinados objetos, à animação de objetos inanimados e à transfiguração de partes do corpo de uma pessoa em outra coisa. Também está dentro da Transfiguração o poder da ilusão, da conjuração, do desaparecimento e do duplicamento. Esses ramos são divididos, a princípio, em dois grandes blocos de conhecimento. O primeiro bloco trata do campo das transformações, que, como o próprio nome diz, versa sobre as mudanças que um corpo (seja ele animado ou inanimado) pode sofrer; e o segundo trata do campo da criação e do desaparecimento, que permite o bruxo iludir, conjurar, duplicar e desaparecer objetos.

Quadro Sintético de ramos da Transfiguração:



Parei e encarei os alunos, alguns pareciam confusos, outros nem tanto, alguns encaravam o livro sem entender muito o que olhavam.

- Algum aluno poderia ler para mim o primeiro capítulo?

Um(a) aluno(a) levantou, vacilantemente, a mão, sorri e permiti que iniciasse a leitura. Enquanto o capitulo era lido aproveitei para estudar cada um ali presente, observando e imaginando como eles findariam o ano, quão habilidosos se revelariam, assim que a leitura se encerrou agradeci ao leitor e voltei-me para toda turma.

- Como puderam perceber o princípio básico da transfiguração é transformar um objeto ou parte dele em outra coisa. Há também transfiguração de animais e de seres humanos, esta última bastante difícil de ser realizada. Pode-se mudar objetos inanimados em outros animados e vice-versa. A Transfiguração também pode alterar apenas partes do corpo, tais como: transformar as orelhas de uma pessoa em orelhas de coelho, trocar o nariz por um focinho de porco ou a boca por um bico, e coisas parecidas. Para os bruxos que desejam ser Auror, transfiguração é uma matéria essencial.

Notei pelo olhar dos alunos que alguns sequer faziam ideia do que era um Auror, deixei um sorriso me escapar, provavelmente quando descobrissem o que era e quão emocionante era ser um Auror eles buscariam mais pela matéria.

- Ao longo dos sete anos que estudaram em Hogwarts vocês verão e aprenderam sobre cada um dos ramos da transfiguração, assim como realizar feitiços transfiguratórios dificílimos, alguns aqui poderão até mesmo se transfigurar em animais com apenas um pensamento. No entanto, no primeiro ano vocês terão capacidade de transformar apenas pequenos objetos em outros objetos com sua varinha. Transformarão pequenas pedrinhas em botões, botões em agulhas e assim em diante. Sempre mentalizando e mexendo a varinha corretamente com concentração e segurança. Um movimento errado pode causar detalhes catastróficos na transfiguração. Olhem dentro da mesa de vocês, há pequenos fósforos, cada um de vocês terão que transformá-los em agulhas. Vou fazer uma demonstração para vocês, se você usar o feitiço e não acontecer nada, é sinal que você não se concentrou. Para o feitiço dar certo é muito importante ter concentração, se vocês não se concentrarem, muitas vezes o objeto pode se transformar em outra coisa que você não quer.

Ergui a varinha para cima, acenando duas vezes para a esquerda e sacudindo para baixo, apontando-a para o palito de fósforo, que começou a afinar e a se colorir de tons metálicos, até se transformar em uma perfeita agulha. Encarei a turma, alguns olhavam aquilo de maneira embasbacada, outros de maneira arrogante, talvez por imaginarem que era a coisa mais fácil do mundo, sorri e voltei a falar.

- Agora quero que vocês tentem realizar o feitiço, qualquer dúvida não deixem de me procurar em minha mesa.

Informações aos Alunos sobre o Feitiço:



Movimentos: duas leves sacudidas da varinha e um brusco movimento para baixo.
Cor do Lampejo: Não possui.

Ao efetuar o feitiço:

* O aluno deverá descrever como foi a realização do feitiço, incluindo o movimento (em todas as tentativas), a frustração pela falha e o sentimento pelo acerto.
* O primeiro aluno a postar acertará o feitiço na segunda tentativa.
* O Segundo aluno a postar acertará o feitiço na terceira tentativa.
* Todos os demais acertaram o feitiço somente na quinta tentativa.


Sentei-me e aguardei todos alunos realizarem seus feitiços, enquanto esperava observava seus erros e acertos e as reações expressas por eles em cada momento, após algum tempo, e várias tentativas, todos os alunos conseguiram concluir a tarefa, sorri e me levantei novamente.

- Parabéns a todos! Foi um início melhor do que o esperado...

Alguns alunos sorriram, outros por sua vez permaneceram quietos, sorri e retirei a varinha das vestes, apontando para o quadro, com um movimento fiz com que palavras surgissem no mesmo.

Quadro Negro:



Tarefa:
* Pesquisar sobre a história de Circe, Diocenus e Aristótelius.
* A pesquisa deve ser deixada sobre a minha mesa antes do fim da próxima aula.
* Praticar o feitiço aprendido em sala de aula.


- Bom, após tomarem nota da tarefa vocês estão dispensados. Ah e quero que tragam um animal para a próxima aula, pode ser o de vocês mesmo. Bem, agora sim estão dispensados!

Alguns alunos fizeram cara feia, provavelmente não esperavam tarefas logo no primeiro dia de aula, uma pena, pretendia formar bruxos competentes e, para tal, era necessário força-los um pouco mesmo que logo no início, de todo modo eu sorri para cada aluno que fora deixando a sala, assim que todos se retiraram da sala eu reorganizei a sala e me retirei da mesma.

Informações Adcionais:



Critérios para a realização das tarefas:

1) A pesquisa deverá ser postada em spoiler na próxima aula, obviamente o aluno deverá colocar em seu post que ele deixa a pesquisa em minha mesa em algum momento durante a aula.
2) Não adianta me enviar a pesquisa por “mp” ou postar a entrega da mesma em outro momento fora da próxima aula.
3) Para a pesquisa ser aceita deve ocorrer uma postagem (na biblioteca, na comunal, enfim, em algum lugar) mostrando que você realmente pesquisou sobre o assunto.
4) Para a segunda parte da tarefa (“Praticar o feitiço aprendido em sala de aula”), devem ser realizadas 3 praticas, em 3 locais diferentes dentro do castelo de Hogwarts, ou seja, você deve postar a realização do feitiço, descrevendo o movimento do mesmo, em três locais diferentes dentro do castelo.
5) Essa postagem na biblioteca e das 3 praticas devem ter os link’s das mesmas também em Spoiler, junto com a pesquisa com o seguinte Título “Tarefa - 1º Ano – 1ª Aula – INTRODUÇÃO, ORIGEM & TRANSFORMAÇÃO”
6) Para a tarefa ser considerada cumprida ela deve estar 100% completa, tarefas pela metade não serão avaliadas, lembrando que a tarefa valerá nota.


Critérios de avaliação da Aula:


1) Desempenho no post: Isso não significa a quantidade de linhas, mas sim a qualidade do post e o aproveitamento da aula.
2) Desempenho na disciplina: O aluno não precisa ser nenhum gênio, porém, mostrando interesse e participação na aula, será avaliado.
3) Desempenho na disciplina²: Caso o aluno decida que a matéria de Transfiguração, seja uma matéria cuja qual ele não se saíra bem (afinal, muitos alunos não são bons em determinadas matérias, podendo até mesmo receber a nota de “trasgo” ao final do ano), ele só precisa enviar uma mp informando-me isso, obviamente sua nota na matéria será ruim, porém ela não influenciará em seus pontos para a taça das casas, que poderão ser melhores devido a coragem de ser tornar um aluno ruim em minha matéria.
4) Interação com colegas/professoras/etc. (opcional): São sempre bem vindas, porém nada que extrapole o senso comum.
5) Impressão do aluno sobre a aula (opcional): Isso é um pedido meu em particular, que o aluno, ao término do post, diga o que achou da aula. Isso é interessante para que eu possa avaliar se as aulas estão ou não no rumo certo, ou seja, se agradam ou não. (postar essa impressão em spoiler).
6) Qualquer crítica ou sugestão é sempre bem-vinda.




Narração
Victor
Pensamento




Victor Blackheart
POR HONORO KAJ GLORO
Family Blackheart


avatar
Galeões :
10259

Ficha do personagem
Quadribol de Hogwarts: Torcida
Nível de Experiência:
77/100  (77/100)
Casa: Sonserina

Victor Blackheart
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transfiguração - 1º Ano – 1ª Aula

Mensagem por Ben P. Coleman em 27/3/2016, 18:08

Transfiguraçao
Ben saiu do salão principal mastigando o ultimo pedaço de comida que restara em seu pequeno prato de cafe da manha. As aulas estavam a começar e Ben não estava muito animado com as mesmas, na verdade não estava animado com o castelo, ele andava muito calmo, queria mais ação. Se levantou de sua mesa olhou ao redor para alguns rostos conhecidos e saiu do salão sem falar nada, apenas segurando o material escolar que talvez, só talvez, usaria na sua primeira aula.

Ainda meio perdido, Ben demorou um pouco para achar a sala, mas quando achou entrou sem hesitar, acenando de leve com a cabeça, sem muita expressão para o professor que já estava a espera de seus alunos. Sem muita cerimonia, escolheu uma carteira no meio da sala, não queria parecer interessado na aula nem desinteressado, um meio termo para ele estava ótimo. Outros alunos foram entrando, mas nenhum deles sentando o que fez Ben ficar um pouco confuso, o professor não deixara ninguém alem dele sentar, e aquilo estava o deixando nervoso, todos estavam olhando para ele.

Ben estava de braços cruzados e com o corpo todo desajeitado na cadeira, recebendo olhares de todos, quando o professor começou a explicar o motivo daquela cerimonia, o moreno começou a relaxar e voltar ao normal. Quando terminou, os alunos foram escolher seus lugares, pre-destinados e foram se sentando. Ele pediu que as pessoas se apresentassem, o moreno apenas revirou os olhos, achava qualquer tipo de apresentação desnecessária. Se levantou primeiro, para acabar logo com aquele momento. - Sou Ben Parrish e gostaria de aprender a transformar coisas - Falou soltando uma resposta meio debochada junto com um sorriso desafiador ao professor.

Transformar coisa era algo completamente ridículo de se dizer, já que o nome da matéria já dizia aquilo,  mas Ben não estava ali apenas para ser o melhor, estava ali para ser lembrado como aquele que não tinha medo de nada e que faria tudo para chegar onde queria, ate mesmo debochar de autoridades superiores. Alguns riam de seu deboche, outros olhavam incrédulos e outro apenas ignoravam, como professor fizera. Assim que as apresentações terminaram, o professor deu inicio a matéria.

Abriram os livros e olharam a primeira pagina, Ben já tinha um leve conhecimento sobre um pouco de cada matéria, seu pai lhe ensinara o básico bem, o que facilitou o mesmo de entender o esquema desenhando no livro. Um aluno começou a ler a pedido do professor, era uma leitura desnecessária, sabiam ler por conta própria pensou Ben enquanto olhava para a parede ignorando o que o aluno lia. Assim que terminou o professor  começou a explicar mais sobre a matéria, foi quando Ben começou novamente a prestar atenção.

Ele tinha uma capacidade enorme em escutar e lembrar das coisas depois quando ia estudar, por isso costumava saber de  muita coisa sem muito esforço. Quando o mesmo terminou de falar, ele pediu para que finalmente eles fizesse algo pratico, era aquilo que Ben gostava, as partes praticas das aulas. Abriu a gaveta de sua mesa e pode ver alguns fósforos ali presentes. Puxou eles para cima da mesa e retirou sua varinha do bolso.

Pegou o primeiro e colocou no centro apontando a varinha para ele, começou a imaginar o fosforo se transformando em uma agulha simples, logo depois que imaginara tudo deu duas leves sacudidas da varinha e um brusco movimento para baixo. O fosforo começou a se transformar, mas sua transformação parou no meio, onde acabou transformando um fosforo simples em um tipo de fosforo assassino, com uma ponta que perfuraria qualquer coisa. - Parece uma agulha? - perguntou se aproximando do aluno sentado ao seu lado, que apenas olhou e depois riu negando com a cabeça. - Acha que consigo enganar o professor com isso? - perguntou novamente e o aluno ao seu lado engou novamente rindo e depois deixou um simples comentário sobre, encerrando a conversa.

Deu um peteleco no fosforo assassino que ele criara que acabou voando longe, acertando um outro aluno a frente que olhou um pouco enfurecido para o mesmo que não dera a minima. Apontou a varinha para o fosforo, faria diferente dessa vez, enquanto fazia o movimento, imaginaria a transformação. Deu duas leves sacudidas da varinha, imaginando ele mudando sua forma e sua cor,  e um brusco movimento para baixo, já em sua imaginação o fosforo completando a transformação. Uns segundos depois o fosforo começou a se transformar, deu uma leve insinuada de que iria voltar a parar no meio da transformação, mas ela continuou ate se completar.

Ben soltou um leve sorriso de orgulho e soltou sua varinha na mesa, o professor olhou para o trabalho de aluno e fez uma feição que Ben não pode decifrar, não que aquilo lhe importava. - Você consegue, mas não como eu - Falou para a pessoa ao seu lado, apenas por implicância e por não ter nada a fazer no momento. A pessoa lhe respondeu com um fora quase na mesma altura o que fez o moreno soltar uma leve gargalhada voltando a olhar para a frente.  Assim que o professor deu uma tarefa de casa, o que não foi de agrado a Ben, ele dispensou a turma.

Ben arrumou suas coisas rapidamente enquanto escutava o professor pedindo por um animal para a próxima aula, balançou a cabeça negativamente, pensando na alegre coruja que ele tinha, a coruja que era feliz e agitada demais para o gosto do moreno, a coruja que a poucos dias com ajuda de Jennifer havia descoberto o sexo do mesmo. Saiu da sala pensando se iria trazer sua coruja ou procurar por um a minhoca que fosse para evitar ficar perto de sua coruja.

Opiniao sobre a Aula:
Sua Aula é bem interessante, bem grande tambem, mas isso nao e problema, porem gostaria de coisas mais praticas

Legenda 1
Legenda 2
Legenda 3
Legenda 4
Legenda 5





Benjamin Parrish
Coleman
 

avatar
Galeões :
-181

Ficha do personagem
Quadribol de Hogwarts: Torcida
Nível de Experiência:
10/100  (10/100)
Casa: Sonserina

Ben P. Coleman
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transfiguração - 1º Ano – 1ª Aula

Mensagem por Alex R. Fuhrman em 27/3/2016, 19:29

Aula
Esperei o professor explicar por que não podíamos nos sentar e apenas um único podia, descriminação pensei primeiramente, mas depois ele explicou tudo claramente, segurei o braço de minha adorável irma, ela iria sentar junto a mim, querendo ela ou não.  Assim que o mesmo liberou que nos sentássemos levei a mesma pelo braço delicadamente ate a mesa a frente do rapaz que já estava sentado. Fiz ela sentar que apenas resmungou coisas em baixo som de uma forma que eu não podia ouvir.

Me sentei ao seu lado e coloquei meu material sobre a mesa e esperei o professor começar a aula, mas ele queria que nos apresentássemos primeiro. O aluno que sentara primeiro se apresentou primeiro, jogando uma provocação no ar, fazendo alguns rirem, incluindo minha irma que o olhou no mesmo instante, fiquei serio por um momento e olhei minha irma com reprovação e assim que ela viu que eu a olhava voltou a olhar para frente.

Me levantei chamando a atenção dos outros a minha volta. - Sou Alex Fuhrman  e gostaria de poder aprender com a transfiguração coisas que possam ajudar a melhor o mundo bruxo - Falei soltando um leve sorriso de orgulho e voltando a me sentar. Lexa foi logo depois se apresentando, olhei a todos atento, qualquer um que lhe desse um olhar malicioso morreria ali mesmo, por sorte nenhum ligou muito para sua apresentação.

Alguém começou a ler o que  o livro dizia, era bem fácil de entende o que nele havia contido, mas ouvir alguma voz ali dentro alem da do professor era ate interessante. Assim que a leitura acabou o professor deu algumas palavras sobre a matéria que alias me interessava bastante. Ele deu uma ideia do que iriamos fazer no dia, o que me animou, primeiro dia, já havia aula pratica. Abri rapidamente a gaveta e retirei os fósforos da gaveta colocando eles sobre a mesa. Todos já estavam começando a fazer, eu retirei minha varinha do bolso e apontei para o fosforo, imaginei ele rapidamente se transformando em uma agulha, dei duas leves sacudidas da varinha e um brusco movimento para baixo.

Observei em silencio, mas o fosforo não mudou nada, nem mesmo a cor da sua cabeça vermelha, bufei um tanto desapontado comigo mesmo. Centralizei o mesmo fosforo novamente e apontei a varinha para o mesmo, imaginei ele agora se transformando bem devagar  cada detalhe de sua transformação vinha em minha mente, dei duas leves sacudidas da varinha e quando ia terminar o movimento, senti algo bater em minha nuca, olhei para trás e pude ver o sonserino palhaço me olhando segurando uma risada. Lhe encarei com ódio e depois virei novamente para frente, ele ia pagar caro fora daquela aula, pensei voltando a olhar o fosforo que agora estava completamente contorcido.

Bufei novamente, aquela peste havia atrapalhado minha transformação. Coloquei o fosforo torto de lado e puxei um segundo para o centro, comecei a imaginar toda a sua transformaçao lentamente e cada detalha da transformocao vinha a minha mente, ate mesmo a cor do metal que seria  da agulha. Dei duas leves sacudidas da varinha e um brusco movimento para baixo e esperei que algo acontecesse, segundos depois ele começou a se transformar e por fim o resultado foi uma agulha perfeita.

Soltei um leve sorriso e olhei para Lexa no mesmo instante, ela ainda estava a tentar. - Lexa, tente pensar em cada detalhe da transformação - Falei e a mesma sorriu feliz me dando um beijo na bochecha agradecendo a dica, eramos irmãos, nos odiávamos  as vezes mas sempre  a protegeria de qualquer coisa que pudesse machuca-la e eu sabia que a mesma faria o mesmo.  Fiquei a espera do fim da aula, um dever foi passado para casa, coisa que não era de meu agrado, mas era aceitável. O que complicou foi um animal, olhei para Lexa enquanto arrumava meu material

- Nao compramos animal algum Lex - Falei e a mesma concordou no mesmo instante comigo, precisávamos arranjar alguns antes da próxima aula, - Nossa mãe, não ira comprar a tempo, vamos procurar perto da floresta algum dia desses ok? - Perguntei para a mesma saindo ao seu lado da sala enquanto ela concordava com a ideia e sem ao menos eu perguntar a mesma já dava ideia de pequenos animais que poderíamos trazer para a aula.



Sua Aula:
Adorei sua Aula, Victor


Legenda 1
Legenda 2
Legenda 3
Legenda 4
Legenda 5

avatar
Galeões :
244

Ficha do personagem
Quadribol de Hogwarts: Torcida
Nível de Experiência:
10/100  (10/100)
Casa: Grifinória

Alex R. Fuhrman
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transfiguração - 1º Ano – 1ª Aula

Mensagem por Lexa R. Fuhrman em 29/3/2016, 20:24

Transfiguraçao
A tarde chegava, eu nunca imaginava que estudaria tanto em um só momento. Dentro de minha cabeça emitia sons de várias badaladas de sinos ocasionando pequenas dores, a princípio não incomodava, mas deduzia que lá para frente poderia indeferir em minha linha de raciocínio. Estava na comunal, olhando fixamente o capítulo oito do livro de encantamentos básicos que achei no baú velho do quarto de minha mãe nas minhas férias. Olhei rapidamente pro relogio e fechei o livro, marcando a pagina e me levantando, sabia a hora que Alex descia para irmos a aula. Eu estava certa, ele desceu na mesma hora. - Vamos? - perguntei e o mesmo afirmou com a cabeça sorri

Balançei  a cabeça deixando meus cabelos crescidos movimenta no intuito de dá uma boa aparência, peguei  a mochila sobre o pequeno sofá laranja, coloquei-a sobre meu ombro direito segurando na alça. Ao me aproximar da porta da entra da comunal, empurrei para frente liberando a passagem.

Pelos corredores notava  os estudantes antigos e os novos como eu e meu irmão. Desci as escadarias que automaticamente mudaram de direção, o que  me levou a pensar, o que aconteceria se essas escadarias levassem alguém ao local que não tivesse nenhuma saída ficando preso para sempre em um ambiente isolado de comida e livros.

Entrei na sala de aula,  após uma bela volta pelo castelo, o professor não era desconhecido, lembro vagarosamente a sua presença na seleção das casas  Cumprimentei, olhando fixamente nos olhos dele, enquanto esperava ele liberar os alunos para que se sentassem. Quando o mesmo explicou o que nos mantinham em pé, eu revirei os olhos, sabia que Alex iria me levar junto a ele e foi exatamente isso que ele fizera, segurara meu braço e me levara junto a ele.

Após alguns minutos de espera, o professor logo pediu a todos que se apresentassem, o sonserino atras de mim debochara da matéria, o que me fez rir no momento, havia sido engraçado. Meu irmão pareceu não gostar, mas sabia que era apenas ciumes louco do mesmo sobre e minha pessoa. O professor depois que Alex se apresentou apontou em minha direção no objetivo de me apresentar.

Levantei e pigarrei colocando a mão fechada na boca. – Desculpa, sou Lexa Fuhrman, tenho treze anos de idade, E não sei muito sobre essa matéria para lhe dar uma resposta concreta sobre. -  Disse  sentando novamente para o próximo se apresentar.

Em poucos minutos os alunos foram terminando a sua auto-apresentação, muitos ali tinham idéias comoventes, interessantes e muitas vezes malucas do jeito agradável de ouvir. O Sr. Blackheart encostava-se a sua mesa visualizando cada rosto dos estudantes. Explicou que hoje teríamos aula pratica e afastou-se do lugar encostado apontando na direção da mesa. Alguns fósforos apareceram nelas, mas não podiam mexer nos mesmo ainda.

Antes ele daria uma introdução básica na transfiguração, puxei minha pena e meu pergaminho sobre a mesa e comecei a anotar rapidamente e resumidamente o que o professor falava.  Assim que ele terminou de falar eu guardei meu pergaminho com as anotações em minha mochila novamente e puxei a varinha do bolso.  Coloquei um fosforo no meio da mesa e apontei para ele, imaginei sua transformação ocorrendo lentamente, mas nada muito detalhado. Dei duas leves sacudidas da varinha e um brusco movimento para baixo , mas ele nada aconteceu, nem sua forma foi modificada.

Balancei a cabeça, ela estava dolorida, talvez aquilo estivesse atrapalhando minha concentração, estava para comecar a segunda tentativa quando vi que uma agulha batera em Alex, ele olhara com ódio para o aluno atras de nós, quando acompanhei seus olhos, pude ver um sonserino de cabelos marrons com um leve sorriso travesso, ele era encantador. Voltei a olhar para frente, mais especificamente para meu irmão. - Nem pense em arrumar confusão... Deve ter sido sem querer - Falei imaginando já o que se passava na cabeça de Alex.

Voltei a apontar a varinha para a agulha, eu esperava que dessa vez eu conseguisse, imaginei ela se transformando de uma forma mais rápida  só que sem muitos detalhes, dei duas leves sacudidas da varinha e um brusco movimento para baixo. A transformação foi quase nada, apenas a cabeça do fosforo que mudou um pouco de cor. Resmunguei rapidamente e puxei um outro fosforo para o centro da mesa, Alex continuava tentando também, o que me deixava mais aliviada de não ser a unica com dificuldades.

Tentei novamente, imaginei ele do mesmo jeito que antes e dei duas leves sacudidas da varinha e um brusco movimento para baixo, só que dessa vez ele nem se mexeu, nada aconteceu. Bufei de raiva, não sabia se iria conseguir realizar aquela tarefa. Apontei para ele novamente e fechei os olhos imaginando sua transformação, dei duas leves sacudidas da varinha e um brusco movimento para baixo , mas nada novamente aconteceu, encostei novamente na cadeira com raiva já. Alex já tinha ate terminado. - Lexa, tente pensar em cada detalhe da transformação - Olhei para o mesmo e agradeci.

Lhe dei um rápido beijo em sua bochecha, odiava seu ciumes, mas de resto era o melhor irmão do mundo. Apontei para o fosforo e imagine ele se afinando e ficando pontudo em uma das pontas, sua cor ia de um marrom para um prata brilhante ate chegar a total transformação. Dei duas leves sacudidas da varinha e um brusco movimento para baixo, no mesmo instante ela começou a se transformar e virou uma agulha em questões de segundos.

Soltei um sorriso e voltei a abraçar Alex agradecendo pela dica. Assim que Victor encerrou a aula, me levantei e arrumei minhas coisas. - Nossa mãe, não ira comprar a tempo, vamos procurar perto da floresta algum dia desses ok? - Olhei para o mesmo, ele estava certo, não tínhamos um animal. Afirmei rapidamente com a cabeça para o mesmo enquanto saiamos da sala.





Sua Aula:
Sua aula podia ter menos coisas faladas e mais coisas escritas :D E achei mtt cansativo ser 5 tentativas

Legenda 1
Legenda 2
Legenda 3
Legenda 4
Legenda 5

avatar
Galeões :
225

Ficha do personagem
Quadribol de Hogwarts: Torcida
Nível de Experiência:
10/100  (10/100)
Casa: Grifinória

Lexa R. Fuhrman
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transfiguração - 1º Ano – 1ª Aula

Mensagem por Becky Cole Hayes em 29/3/2016, 20:49

Transfiguração
Assim que entrei na sala a primeira coisa que o professor pediu foi para nós não nos sentarmos, a princípio eu estranhei o pedido, já que Ben, que pelo visto foi o primeiro a chegar, era o único e sentado, e parecia tão confuso quanto eu, mas logo o professor começou a falar.

— Olá alunos! Meu nome é Victor Blackheart, sou o vice-diretor de Hogwarts e professor de Transfiguração!

Todos continuaram em silêncio, e eu não ousaria a abrir a minha boca agora. O Professor deixou escapar um sorriso e logo voltou a falar, explicando o porquê dele não ter nos deixado sentar, aparentemente ele havia colocado um feitiço que não permitiam alunos de outras casas se sentarem juntos. O que achei ridículo, mas quem sou eu para discutir.

Encarei as cadeiras de modo apreensivo, logo pensei que um professor não colocaria nada perigoso para os alunos. Ele nos explicou que exatamente o que eu estava pensando, que se caso um aluno insistisse em se sentar com um aluno de casa diferente, ele seria jogado no chão, o que seria hilário. Depois ele nos pediu para sentar, tomando cuidado com o que ele havia acabado de explicar, sentei ao lado de Ben, por ser a pessoa que eu mais conhecia ali, então ele nos pediu para nós nos apresentarmos, e o sonserino ao meu lado, foi o primeiro.

Bem se levantou e olhou para o professor com um sorriso desafiador — Sou Ben Parrish e gostaria de aprender a transformar coisas. — disse de modo debochado, o que me fez soltar um sorriso de canto de boca. Depois um grifinório se levantou — Sou Alex Fuhrman e gostaria de poder aprender com a transfiguração coisas que possam ajudar a melhor o mundo bruxo. — apenas revirei os olhos, e então me levantei para me apresentar — Sou Becky Hayes e gostaria muito de aprender a transfigurar um objeto em outro. — falei como sarcasmo evidente, mas sutil, com a cabeça erguida demonstrando superioridade e um sorriso orgulhoso, e então voltei a me sentar.

Sinceramente eu não gostava tanto assim de transfiguração, preferia mil vezes feitiços ou poções, mas está não deixa de ser uma matéria um tanto interessante. Meu objetivo ali nem era ser a melhor naquela matéria, eu iria me esforçar, mas esse não era um assunto que realmente me interessava.

O Professor Blackheart pediu para nós abrirmos o nosso livro, e assim o fiz, enquanto ele andava pela sala, ele pediu para algum aluno, ler o conteúdo do livro, e então o professor começou a explicar a matéria. Como eu já tinha estudado um pouco de cada disciplina, consegui entender bem o conteúdo.

Então, finalmente, chegou a parte prática. Abri a gaveta da mesa, e peguei um dos fósforos colocando em cima da mesa. Eu sabia que aquilo iria ser difícil porque, segundo o professor, precisaríamos nos concentrar para realizar o feitiço, e um dos meus maiores defeitos é justamente a falta de concentração.  Primeiro tentei visualizar o fósforo se transformando em uma agulha, fechei os olhos e suspirei, logo depois os abrindo. Segui as instruções do professor e nada aconteceu. —Parece uma agulha? — ouvi Ben perguntando. Eu olhei para o que parecia ser metade fósforo e metade agulha, apenas balancei a cabeça, rindo um pouco. — Acha que consigo enganar o professor com isso? — perguntou novamente me fazendo rir mais uma vez. — Com certeza não.  — falei sorrindo, e logo voltando a atenção para o meu.

Só depois da quinta tentativa que eu fui conseguir transformar o fósforo em uma agulha, dei duas leves sacudidas e então um movimento brusco para baixo, e isso tentando mentalizar a agulha na minha mente. O fósforo começou a afinar e a se colorir de tons metálicos, até se transformar em uma perfeita agulha, suspirei entediada, o importante é que havia conseguido, e sinceramente, eu nem ligava para isso.

— Você consegue, mas não como eu. — falou Bem, implicando comigo, apenas porque ele havia conseguido na segunda tentativa e eu na quinta. — Na próxima, quando eu ganhar de primeira, por favor, não chore. — respondi no mesmo tom, o fazendo soltar uma leve gargalhada, e então voltou a olhar para frente.

Depois que o professor terminou de passar, ele nos liberou, arrumei o meu material e então saí de sala, pensando se levaria a minha coruja ou não para a próxima aula, melhor não, eu realmente gosto dela, e ainda não tenho completa confiança em mim para realizar feitiços dessa matéria, então, acho que irei procurar uma minhoca para trazer à próxima aula.

Sobre a aula::
Sinceramente gostei muito da aula, e com certeza gostaria de mais aulas práticas.

Narração
Becky
Victor
Ben
Alex





Thanks to Queen of Graphics





"without changing a part of me, how do I get to heaven?"
Becky Cole Hayes.


avatar
Galeões :
862

Ficha do personagem
Quadribol de Hogwarts: Torcida
Nível de Experiência:
10/100  (10/100)
Casa: Sonserina

Becky Cole Hayes
Ver perfil do usuário https://socialspirit.com.br/perfil/beckycyrus/fanfics

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transfiguração - 1º Ano – 1ª Aula

Mensagem por Jennifer Debnam-Carey em 29/3/2016, 21:16

Transfiguraçao
A comunal estava movimentada, alunos novos que corriam para a proxima aula, assim como eu estava prestes a fazer, subi as escadas rapidamente e entrei no dormitório, apenas para pegar meu material, sem nem ver se tinha alguém no dormitório, sai dele as pressas, no salão comunal, diversos alunos ali presentes, mas um eu notara de longe. - Nathaniel, vamos, vai se atrasar - Falei puxando o mesmo pela mão correndo comunal a fora. Corremos juntos ate o andar de onde ficava a sala de Transfiguraçao rezando para que a porta já não estivesse fechada.

Assim que chegamos, havia um amontado de alunos em pé dentro da sala, o professor explicava por que de todos estarem em e, com excessao de Ben, que de longe pude ver  já sentado, acenei para ele que, apesar de parecer confuso, acenou de volta com um sorriso. Assim que o professor explicou o feitiço posto nas cadeiras, olhei para Nathaniel ao meu lado e sorri. - Quer sentar junto? - Perguntei para o mesmo que afirmou com a cabeça. Andei então na sua frente escolhendo para nós duas cadeiras na frente da sala, gostava de ficar perto do professor, para não perder nada de sua matéria.  

Assim que o professor começou a falar eu comecei a anotar, pelo menos as coisas que eu conseguia pegar do mesmo, do que ele falava. Ele pediu para alguém ler o que estava escrito no livro, ergui a mão e comecei a ler, era radiante estar sendo parte daquela aula. Assim que terminei de ler olhei sorridente para os lados, alguns prestaram atenção em mim outros não. O professor começou a falar e eu a anotar, enquanto ele falava eu não parava de escrever um segundo.

Minha mão já estava latejando quando o mesmo parou e começou a explicar a parte pratica da aula, ouvi atenta ate que ele liberou  fazer  a tarefa. Olhei para Nathaniel e soltei um sorriso para o mesmo enquanto eu colocava os fósforos sobre a mesa. - Vamos ver quem consegue primeiro? - Perguntei para o mesmo que afirmou rapidamente com a cabeça. Coloquei o primeiro fosforo sobre a mesa, imagine ele se transformando em uma agulha e dei duas leves sacudidas e então um movimento brusco para baixo, ele começou a se entortar todo, foi quando percebi que algo estava errado.

Coloquei ele de lado e puxei outro para o centro da mesa, olhei rapidamente a sala para ver como todos estavam indo, parecia haver uma tensão entre Ben e um aluno que eu não conhecia, o que me deixou um pouco curiosa. Voltei a prestar atenção nos fósforos, dei duas leves sacudidas e então um movimento brusco para baixo novamente imaginando sua transformação, mas nada aconteceu dessa vez, nem mesmo se entortar ele fez.

Olhei rapidamente para Nathaniel, ele ainda estava tentando, o que me dera esperanças, voltei a apontar para o mesmo fosforo novamente, dei duas leves sacudidas e então um movimento brusco para baixo, ele demorou um pouco, quase como um suspense, mas ao invés de se transformar o fosforo começou a pegar fogo. Nathaniel olhou surpreso enquanto eu dava diversos tapas no mesmo para que apagasse. Quando o mesmo apagou olhei um tanto envergonhada para a sala, mas por sorte, poucos viram o que acontecera.

Peguei outro e coloquei no centro, dei duas leves sacudidas e então um movimento brusco para baixo e rezando torci para que não pegasse fogo novamente, mas ele nem mudou nada, ficou na mesma forma e imóvel. Respirei fundo e apontei novamente para o fosforo, dei duas leves sacudidas e então um movimento brusco para baixo, imaginando sua cor mudando , sua textura , seu peso e sua forma. Em questão de segundos o fosforo se transformou em uma pequena agulha quase não visível,

Olhei para Nathaniel e o mesmo continuava a tentar. - Mais sorte na proxima - Falei brincando com o mesmo que riu e voltou a fazer sua tarefa, Fiquei em silencio observando a sala em si, aqueles alunos que ainda estavam a fazer. Ben parecia ter terminando a muito tempo, mas eu não tinha provas, não estava prestando atenção em ninguém enquanto estava a fazer. Assim que o professor liberou, apos dar um dever de casa, peguei minhas coisas e sai ao lado de Nathaniel para a próxima aula.

Sobre a Aula:
Adorei sua aula prof! Queria ter sido uma das primeiras, mas nao deu :/


Legenda 1
Legenda 2
Legenda 3
Legenda 4
Legenda 5

avatar
Galeões :
254

Ficha do personagem
Quadribol de Hogwarts: Torcida
Nível de Experiência:
10/100  (10/100)
Casa: Corvinal

Jennifer Debnam-Carey
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transfiguração - 1º Ano – 1ª Aula

Mensagem por Liam Hiddleston em 2/4/2016, 15:31

Transfiguraçao
Após a aula de Feitiços caminhei em direção a aula de Transfiguração, ainda pensavam em como Annabelle mostrava ser uma grande bruxa, mesmo não conhecendo o mundo bruxo direito. Cheguei na sala e estava todo mundo em pé na sala, achei estranho de primeira. Retirei a capa da Lufa-lufa, ficando apenas com o moletom e a camisa branca. Caminhei  ate uma mesa vazia, após o professor explicar direitinho o que era tudo aquilo,  dando uma pequena olhada em minha(o) companheira(o) de DCAT  que novamente estavam sentada com uma outra pessoa.

Deixei o livro que estou lendo ao lado na mesa e pus o pergaminho e a pena na mesa. Observei seriamente e calmamente o professor que estava em silencio e sua mesa. Ele me dá um leve aceno de cabeça e o retribui com um aceno de cabeça e um sorriso. Annabelle sentou novamente ao meu lado, soltei um leve sorriso ao percebe-la ao meu lado.  O professor observou alguns alunos que não estavam entendendo a matéria. A explicação do livro era realmente um tanto complicada de se entender, mas se lesse com bastante atenção chegava a ser compreensivo.

- No entanto, no primeiro ano vocês terão capacidade de transformar apenas pequenos objetos em outros objetos com sua varinha. Transformarão pequenas pedrinhas em botões, botões em agulhas e assim em diante. Sempre mentalizando e mexendo a varinha corretamente com concentração e segurança. Um movimento errado pode causar detalhes catastróficos na transfiguração. Olhem dentro da mesa de vocês, há pequenos fósforos, cada um de vocês terão que transformá-los em agulhas. Vou fazer uma demonstração para vocês, se você usar o feitiço e não acontecer nada, é sinal que você não se concentrou. Para o feitiço dar certo é muito importante ter concentração, se vocês não se concentrarem, muitas vezes o objeto pode se transformar em outra coisa que você não quer.

Após toda a explicação que eu não fiz questão de anotar, ele permitiu que começássemos a treinar. Olhei para a mesa e puxei  uma gaveta que ela possuía, retirando  alguns fósforos de dentro dela, pus em uma fileira no canto da mesa. Retirei minha varinha do bolso e então a apontei para o primeiro fosforo. Dei duas leves sacudidas e um movimento para baixo. O fosforo ficou a  se queima todo, ficando preto por completo, lembro então de que tenho que imaginar a transformação.

Pego outro fosforo da fileira, imagino ele se transformando em uma agulha, dou duas sacudidas e um movimento para baixo com a varinha. O fosfora, treme na mesa por um tempo mas nada de mais acontece. Começo a ficar nervoso com a situação. Como serei um ótimo bruxo se não estou conseguido fazer meu devido trabalho!

Pego novamente um novo fosforo, na esperança daquele fosforo estar com algum problema. Refaço os mesmos movimentos com a varinha, duas sacudidas e um movimento para baixo. Nada acontece desta vez, nem uma tremida na mesa. Minha expressão fica seria por um bom momento. Sinto alguém tocar em mim. - Tente fazer as sacudidas mas levemente Liam, pode ser que seja esse o erro. - Pego o mesmo fosforo, enquanto o professor me observa. Aponto minha varinha para o fosfora e dou duas sacudidas leves e em seguida um movimento para baixo, pensando no fosforo se transformando. Nada acontece, o fosforo se mantem o mesmo.

- Tente pensar mais detalhadamente na transformação do fosforo. - Dessa vez, Annabelle que falara comigo. Afirmo com a cabeça e pego o mesmo fosforo novamente. Imagino ele se afinando e mudando de cor para um tom mas acinzentado brilhante. Levemente com a varinha dou duas sacudidas e um movimento para baixo bem brusco. Observo atentamente o fosforo que começa, lentamente a se afinar e a ganhar cor brilhantemente acinzentada. Sorrio pela minha conquista e sinto Victor dar dois tapinhas em minhas costas. Em seguida ele volta a caminhar pela sala.

Após todos terminarem ele libera a turma das aulas do dia. Me levanto e arrumo minhas coisas e saio da sala em silencio a procura de algum lugar para terminar a leitura de meu livro.


Legenda 1
Legenda 2
Legenda 3
Legenda 4
Legenda 5

avatar
Galeões :
249

Ficha do personagem
Quadribol de Hogwarts: Torcida
Nível de Experiência:
10/100  (10/100)
Casa: Lufa-lufa

Liam Hiddleston
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transfiguração - 1º Ano – 1ª Aula

Mensagem por Nathaniel C. Watsgrint em 5/4/2016, 10:37

Transfiguração
Abrir os olhos e levantar nunca fora tão difícil para Nathaniel, havia se distraído demasiadamente na noite anterior e não dormira cedo, de modo que ele queria apenas se enrolar ainda mais em meio as cobertas e dormir, dormir não, hibernar. Mas sabia que não poderia fazer aquilo, não aquela manhã, afinal aquela manhã ele teria aula. Levantou e praticamente rastejou da cama para o banheiro, um banho quente o ajudaria a despertar, e foi exatamente o que fez, tomou um banho quente e depois vestiu o uniforme, a todo momento lançava olhares para cama, ela praticamente gritava por ele, mas Nate foi mais forte e deixou o quarto
Assim que entrou na comunal caminhou até perto de alguns alunos que jogavam xadrez bruxo o jogo não aparentava estar complicado, mas acabou prendendo a atenção de Nate do mesmo jeito, estava tão distraído que não notou a aproximação de Jennifer que simplesmente saiu lhe arrastando, correndo, falando sobre o quanto estavam atrasados.
A corrida fora divertida, uma vez que Nate parava de tempos em tempos para esperar Jennifer o alcançar e sempre implicava com ela por causa disso. Chegaram na sala em cima do horário, eufóricos, suados e agitados, havia um amontoado de alunos em pé dentro da sala, o professor explicava o motivo de todos estarem em pé, o que, pelo que Nate entendera, era ótimo, graças a brilhante ideia do professor Nate e Jennifer poderiam sentar juntos sem parecer que Nate estava interessado na garota, não que ele fosse realmente bom em esconder aquilo.
Jennifer propôs de sentarem juntos e Nate, sem nem pensar, aceitou, caminhou atrás dela, indo em direção a uma das primeiras carteiras, embora Nate detestasse sentar tão na frente, decidiu não reclamar daquilo.  
O professor mal iniciara a aula e pediu para alguém ler o capítulo do livro, Nate afundou a face entre os ombros, simplesmente odiava fazer aquele tipo de coisa. Jennifer por outro lado se levantou e se pôs a ler, e enquanto a mesma lia Nathaniel não conseguia tirar os olhos dela. Após a seção de leitura o professor voltou a ensinar as maravilhas da transfiguração. Embora quisesse Nate só realmente voltou a prestar atenção a aula quando ela passou para a parte prática.
- Vamos ver quem consegue primeiro? –Jennifer perguntei para o mesmo enquanto alinha os fósforos sobre a mesa, Nate fez o mesmo.
- Como se você fosse capaz de vencer o incrível e insuperável Nate!
Ele disse ao vê-la errar sua primeira tentativa, depois se colocou a tentar realizar o mesmo, imaginou ele se transformando em uma agulha e deu duas leves sacudidas e então um movimento brusco para baixo, ao contrário do fosforo de Jennifer que entortara, o dele sequer fez algo. Respirou fundo e tentou novamente, deu duas leves sacudidas e então um movimento brusco para baixo, desta vez o fósforo se mexeu, mas nada de agulha, respirou fundo novamente e voltou a tentar, duas leves sacudidas e um movimento para baixo, o fósforo se partiu.
- Se você quisesse que ele pegasse fogo provavelmente ele não o faria. – Nate sorriu ao ver Jennifer esbofetear o fósforo em chamas, depois se concentrou novamente no seu fosforo, mas por mais que se concentrasse nada acontecia, na verdade até aconteceu, o fósforo simplesmente virou um palito de dente.– Pelo menos é pontudo!
- Mas sorte da próxima vez!
Ele olhou para o lado e viu que a amiga conseguira cumprir sua tarefa, sorriu, estava feliz pelo sucesso dela, depois voltou a encarar o novo fósforo em suas mãos, se concentrou, queria completar a tarefa a todo custo, respirou fundo e tentou novamente. Duas leves sacudidas e então um movimento brusco para baixo, imaginando o fósforo tomando a forma do alfinete e foi exatamente como ocorreu, ele ficou feliz, porém havia demorado tanto que mal notara que havia tarefas fora da aula, praguejou sobre aquilo, mas deixou a sala ao lado de Jennifer feliz, afinal, simplesmente estava com ela.


Nathaniel
Jennifer
Victor





Nathaniel Crawford Watsgrint

Herdeiro dos Crawford e dos Watsgrint - Corvino - 1º Ano


avatar
Galeões :
-231

Ficha do personagem
Quadribol de Hogwarts: Torcida
Nível de Experiência:
10/100  (10/100)
Casa: Corvinal

Nathaniel C. Watsgrint
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transfiguração - 1º Ano – 1ª Aula

Mensagem por Ethan Dalgaard em 8/4/2016, 10:59

Aula de Transfiguração

Os dias em Hogwarts estavam cheios, as aulas tomavam todo o meu tempo e quando não estava nelas, estava na biblioteca... Tá, na verdade estava dormindo ou lendo algo na comunal. Após o rápido desjejum segui para a aula, claro que mesmo o dejejum tendo sido rápido o eu já estava em cima da hora quando o comecei e, devido meu animo, eu caminhara lentamente em direção a sala de aula. A porta da sala de transfiguração estava entre aberta, eu agradeci mentalmente, afinal pelo horário a aula já deveria ter começado, mas como a sorte quase sempre sorria para mim.
Ao entrar na sala girei o olhar por toda a extensão da mesma, a atmosfera parecia um altar de adoração, enormes retratos, para mim a maioria desconhecidos, preenchiam as paredes de tonalidade escura. As carteiras que hoje não seriam utilizadas eram compartilhadas, apenas revirei os olhos num protesto interno, aquilo não me agradava, pois eu gostava de me concentrar em meu cochilo e não precisava de cochichos ao meu lado falando sobre Quadribol ou alguma garota bonita do 7º ano, embora não me recusasse a ouvir sobres os dois temas.
A maioria dos alunos já se encontrava sentada, estranhei o ajeitamento das carteiras, mas ignorei aquilo, caminhando até uma carteira amarela no fundo da sala, assim que fui me sentar ouvi a voz de Bella me impedindo, ela explicou rapidamente somo funcionaria aquilo das carteiras, rolei os olhos e me sentei com ela, o que não foi tão agradável uma vez que ela se sentou numas das carteiras do meio da sala, impossível cochilar ali.
Após a explicação da transfiguração em si pelo professor, onde, com um pergaminho limpo e um tinteiro sob a mesa, a maioria copiava o que ele falava. Depois de um tempo ele finalmente passou para a parte prática, eu quase não conseguia manter os olhos abertos, de modo que fiquei feliz com aquilo e rapidamente peguei minha varinha.
Peguei alguns palitos de fósforos e encarei o primeiro, deixei um sorriso confiante aparecer em minha face e tentei, duas leves sacudidas da varinha e um movimento para baixo, o fofosro tremeu, mas não fez nada além daquilo, fechei a cara, peguei um segundo fosforo e repeti o processo, desta vez o fosforo não fez nada, o que me fez questionar se não havia sido eu a tremer anteriormente, bufei e peguei o terceiro fósforo, respirei fundo e encarei o livro, depois voltei a tentar, duas leves sacudidas da varinha e um brusco movimento para baixo, ao o fósforo não se transformou, na verdade ele sequer se alterou, o que ocorreu foi que outro fósforo, dos que estavam na mesa, simplesmente, explodiu, deixando minha mesa com um cheiro forte de pólvora e fumaça, fiquei encarando a mesa seriamente, depois encarei a varinha.
- Que merda foi essa?
Respirei fundo e tentei novamente, peguei outro fósforo e o encarei, dei as malditas duas leves sacudidas da varinha e um brusco movimento para baixo, o fósforo começou a ganhar forma, mas nada que eu pudesse chamar de agulha. Fechei os olhos e pensei na forma atual do objeto e na forma que queria que ele tomasse, concentrando-me nessa mudança, executo os movimentos de varinha contra o palito de fósforo, duas leves sacudidas da varinha e um brusco movimento para baixo, esperando ansioso pelo resultado, o fósforo começa a, lentamente, ganhar a forma de uma agulha, sorrio com o resultado.
O professor elogia os resultados, sorrio com confiança, depois ele passa uma tarefa, meu sorriso morre, depois disso a aula acaba, pego meus materiais e deixo a sala de aula.


Ethan
Professor





Ethan Dalgaard


avatar
Galeões :
310

Ficha do personagem
Quadribol de Hogwarts: Torcida
Nível de Experiência:
10/100  (10/100)
Casa: Sonserina

Ethan Dalgaard
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transfiguração - 1º Ano – 1ª Aula

Mensagem por Hogwarts Castle em 17/4/2016, 14:12

Pontos das Casas

Sonserina = 25
Corvinal =19
Lufa-lufa = 10
Grifinoria = 20
Nota Individual

Clique em seu nome para ver a sua nota individual na aula

att@ sa!

avatar
Galeões :
99967

Ficha do personagem
Quadribol de Hogwarts: Torcida
Nível de Experiência:
100/100  (100/100)
Casa:

Hogwarts Castle
Ver perfil do usuário http://accio-hogwarts.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transfiguração - 1º Ano – 1ª Aula

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum